Instituição de ensino:

Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ)

Programa:

Ciência Política

Autor:

Frederico Carlos de Sá Costa

Titulação:

Doutorado

Ano de defesa:

2008

Link:

 Não disponível

Resumo:

 O presente trabalho discute a fragilidade, autoritarismo e anacronismo da Doutrina de Segurança Nacional, bem como a completa inadequação de suas propostas em relação às necessidades que se colocam na agenda de segurança do século XXI. Num primeiro momento, apresenta-se a doutrina em sua origem histórica e desenvolvimento nos Estados Unidos, bem como sua transmissão e aplicação no Brasil. A seguir são demonstradas a nova configuração internacional nascida do duplo evento de 1989/2001 e a ordem mundial que aí surge, efetivamente nova, ordem mundial que exige, por um lado, a construção de políticas públicas de segurança que alcancem e compreendam a natureza das ameaças contemporâneas e, por outro lado, a superação definitiva do trato doutrinário da segurança nacional.

Orientador:

Cesar Augusto Coelho Guimarães

Palavras-chave:

Doutrina; Segurança nacional; Soberania