Instituição de ensino:

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Programa:

Ciência Política

Autor:

Célia Mara Ladeia Colen

Titulação:

Doutorado

Ano de defesa:

2009

Link:

 

http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/handle/1843/BUBD-894HNL/c_lia_mara_ladeia_colen.pdf?sequence=1

Resumo:

 Esta tese teve por objetivo a análise dos determinantes do apoio à democracia nos países da América Latina, com base nos dados do Latinobarômetro - 2005. Na fundamentação teórica foram retomados os argumentos clássicos da teoria culturalista e a abordagem do desenvolvimento político. Utilizou-se o modelo logístico e o modelo logístico multinomial para estimar os determinantes do apoio. Com o intuito de testar as diversas correntes teóricas, foram incluídas no modelo as variáveis independentes relativas à teoria do desenvolvimento político e às abordagens culturalistas e institucionalistas. Dentre as conclusões destaca-se que não é possível falar de uma cultura política comum entre os países da América Latina, por isso, o apoio político é dependente do contexto nacional. Além disso, a combinação dos elementos culturais, institucionais e cognitivos explicam o apoio à democracia na região. Os resultados evidenciam, também, a força do argumento da abordagem do desenvolvimento político, segundo a qual, apenas com a implementação de políticas para diminuir a desigualdade e aumentar a capacidade de agregação do regime será possível avançar na criação de um reservatório de apoio à democracia.

Orientador:

Fábio Wanderley Reis

Palavras-chave:

Apoio à democracia; América latina; Teoria do desenvolvimento político