Instituição de ensino:

Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)

Programa:

Relações Internacionais

Autor:

Hugo Gabriel Lima Nascimento

Titulação:

Mestre

Ano de defesa:

2015

Link:

http://tede.bc.uepb.edu.br/tede/jspui/handle/tede/2478

Resumo:

As relações internacionais entre Brasil e França, no que se refere à cooperação trasnfronteiriça, foram delineadas ao longo da década de 1990, tendo maior intensificação em 1996, devido à assinatura do Acordo-Quadro, que contou com representantes de Estado dos países supramencionados. Esse acordo propiciou o surgimento de várias iniciativas, como a proposta de construção de uma ponte binacional sobre o rio Oiapoque, ligando o Amapá (Brasil) à Guiana Francesa (França). Assim, o presente trabalho tem como objetivo geral investigar o papel representado pela ponte binacional, resultante da nova dinâmica de cooperação transfronteiriça entre Brasil e França. A referida ponte está situada sobre o rio Oiapoque, na região amazônica, entre as cidades Oiapoque, no Amapá, e Saint Georges de l’Oyapock, na Guiana Francesa. No que tange à metodologia da pesquisa, trata-se de estudo bibliográfico, por meio do qual foi realizado levantamento de documentos oficiais (relatórios, acordos, discurso presidencial, entrevistas, entre outros) da França e do Brasil relacionados à área em foco. A relevância deste trabalho reside no fato de permitir a reflexão sobre a Amazônia, vista como espaço estratégico das relações políticas e diplomáticas do Brasil e da França, no cenário sul-americano. Os resultados da pesquisa indicam que a ponte, concluída em 2011, mas ainda não inaugurada, favoreceu o surgimento de novas perspectivas de interação e união física no cone sul, que, por sua vez, podem permitir a consolidação das relações entre ambos os países, trazendo desenvolvimento para a zona fronteiriça.

Orientador:

Alexandre Cesar Cunha Leite

Palavras-chave:

Cooperação; Zona Fronteiriça; Guiana Francesa; Oiapoque; Brasil;