Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > FUNAG > Institucional > Perfil do cargo de coordenador-geral de administração, orçamento e finanças
Início do conteúdo da página

Perfil do cargo de coordenador-geral de administração, orçamento e finanças

Portaria nº 61, de 25 de fevereiro de 2021

DO CARGO

Nome do cargo

Coordenador-geral

Nível do cargo

DAS 101.4

Órgão de atuação

Coordenação-geral de Administração, Orçamento e Finanças (CGAOF), Fundação Alexandre de Gusmão

Requisitos Legais

1. Art. 3º, 12 e 17 do Anexo I do Decreto nº 10.099, de 6 de dezembro de 2019.

2. Portaria nº 118, de 6 dezembro de 2019, da Fundação Alexandre de Gusmão

DAS RESPONSABILIDADES

Principais responsabilidades

1. Assessorar o presidente da Fundação na coordenação, na supervisão e no controle das atividades desenvolvidas pela Fundação, no âmbito de sua competência.

2. Planejar, coordenar e implementar as políticas e atividades das áreas de orçamento, de finanças, de contabilidade, de recursos humanos, de material, de serviços, de tecnologia da informação e comunicação, de aquisições e contratações e de modernização administrativa, praticando os atos de gestão necessários.

3. Ordenar despesas.

4. Dispensar a realização ou declarar a inexigibilidade de licitação.

5. Designar equipes para a realização de procedimentos licitatórios.

6. Designar gestores e seus substitutos nos contratos da Fundação.

7. Dar encaminhamento às áreas da Fundação para atendimento às demandas recebidas da auditoria interna, dos órgãos de controle interno e externo.

8. Substituir o presidente da Fundação em seus impedimentos legais ou regulamentares, bem como na vacância do cargo.

Escopo de Gestão/Equipe de Trabalho

A atuação gerencial envolverá a coordenação das equipes sob a competência da Coordenação-Geral e a articulação com as áreas finalísticas, com vistas ao alcance dos resultados e metas da Fundação, com aplicação de conhecimentos legais, técnicos e práticos nas áreas abrangidas pela CGAOF.

O escopo da atuação envolve o planejamento, direção, coordenação e orientação para a execução das unidades sob sua coordenaçãogeral, bem como a capacidade para implementar outras atribuições que lhes sejam cometidas pelo presidente da Fundação.

DOS REQUISITOS DESEJÁVEIS

Formação e Experiência

1. Graduação em curso de nível superior com especialização.

2. Conhecimento de pelo menos um idioma além do português.

3. Experiência técnica de, no mínimo, cinco anos de atuação ou chefia de áreas finalísticas e meio na Administração Pública.

Competências

(Identificação do conjunto de conhecimentos, habilidades, comportamentos e atitudes importantes para o exercício do cargo ou da função.)

O coordenador-geral deverá ter perfil técnico e gerencial, liderança, proatividade, habilidade e competência em planejamento, gestão, coordenação e execução das áreas de orçamento, finanças, administração em geral, recursos humanos, modernização e tecnologia da informação, bem como conhecimento de área e de projetos finalísticos, atuando com orientação voltada para resultados.

As atitudes do coordenador deverão ser pautadas pelos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência (art. 37 da Constituição Federal), bem como ética e urbanidade.

registrado em:
Fim do conteúdo da página