Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Fundação Alexandre de Gusmão - FUNAG
Página inicial > Diálogos Internacionais
Início do conteúdo da página

Diálogos Internacionais

Diálogos Internacionais é uma série de palestras seguidas de debates organizadas pelo IPRI, com diversas personalidades como palestrantes. Nesta página é possível acessar o conteúdo das apresentações (se disponível) e o mini cv dos palestrantes das edições anteriores dos Diálogos.

 

EVENTOS REALIZADOS


19 de Dezembro de 2018 - Relações Internacionais, Política Externa e Diplomacia Brasileira

 12-18-2018
Info Palestrante Certificado

06 de Dezembro de 2018 - Discriminação contra a Mulher: desafios a superar no mundo no Brasil

 12-06-2018
Info Youtube Certificado

 30 de Novembro de 2018 - Lançamento do livro: Política Externa Brasileira em Debate

11-30-2018 T
Info Youtube Certificado

30 de Novembro de 2018 - A década das Conferências 1990-99

11-30-2018 M
Info Certificado

 29 de Novembro de 2018 - Diplomacia Pública em Tempos de Guerra: uma ofensiva modernista

11-29-2018
Palestrante Info Apresentação Youtube Certificado

 28 de Novembro de 2018 - Revisitando Oliveira Lima

11-28-2018
Palestrante Info Youtube Certificado

 27 de Novembro de 2018 - Diálogo Internacionais: Digital Diplomacy

 11-27-2018
Info Youtube Certificado

 23 de Novembro de 2018 - Diálogos Internacionais: Juca Paranhos, O Barão do Rio Branco

11-23-2018
Info Artigos Palestrante Youtube Certificado

 22 de Novembro de 2018 - A Historiografia da Politica Externa Brasileira

22-11-2018
Info Youtube Youtube Certificado

 21 de Novembro de 2018- Prevenção de Genocídios em Conflitos Armados: A revolução silenciosa do princípio de proteção

21-11-2018
Info Artigos Palestrante Youtube Certificado

 20 de Novembro de 2018 - Diálogos Internacionais - A Política Externa e o Novo Governo

11-20-2018
Info Youtube Certificado

 14 de Novembro de 2018 - Diálogos Internacionais - As Relações Internacionais na Constituição de 1988

 11-14-2018
Info Palestrante Youtube Certificado

 13 de Novembro de 2018 - Diplomacia Científica: o valor da inovação

 11-13-2018
Info Palestrante Certificado

 30 de Outubro de 2018 - Opinion publique et institutions une perspective française

10-30 450x245
Info Certificado

 18 de Outubro de 2018 - 2018 Inter Korean Summit Pyongyang - Outcomes and Prospectives

 rotativoCoreia1
Info Palestrante Certificado

03 de Outubro de 2018 - O Brasil e a Circunstância Internacional

 rotativo03out2018
Info Youtube Certificado

02 de Outubro de 2018 - Diálogos Internacionais - Every State First: the end of multilateral cooperation?

rotativoAlexander
Info Palestrante Certificado

24 de Setembro de 2018 - Formulação de políticas comerciais em meio à do multilateralismo

 PROJEÇÃO
Info Palestrante Apresentação Certificado

19 de Setembro de 2018 - Views on Asia and the Pacific

450x245Pacific
Info Palestrante Certificado

13 de Setembro de 2018 - Privatização da Guerra no século XXI: entre a diplomacia e o direito

 PROJEÇÃO HL
Info Palestrante Apresentação Certificado

10 de Setembro de 2018 - A política de incentivos aos Biocombustíveis nos Estados Unidos e seus impactos para o Brasil

 rotativoThomaz
Info Palestrante Apresentação Certificado

31 de Agosto de 2018 - O Lugar do Brasil no Mundo: Rubens Barbosa

rotativoRunbensBarbosa
Info Palestrante Certificado

29 de Agosto de 2018 -  O Desafio Fiscal Brasileiro em Perspectiva Comparada

3rotativoSalto
Info Palestrante Certificado

28 de Agosto de 2018 - Japan's trade Strategy in the 21st Century and Economic Partnership with Latin American Countries Revisited: Japan's Leadership in Promoting the Mega-FTAs in Troubled International Trade

 8-28-2018
Info Palestrante Apresentação Certificado

22 de Agosto de 2018 - Sergio Vieira de Mello: O Legado de um Herói Brasileiro

450x245SergioMello
Info Youtube Certificado

20 de Agosto de 2018 - Relações Brasil-China: Perspectiva Histórica

rotativobussche
Info Apresentação Palestrante Youtube Certificado

16 de Agosto de 2018 - Brazil and Germany in a Multipolar World: Global and Regional Challenges

 rotativogiga
Info Apresentação Youtube Certificado

26 de Julho de 2018 - Diálogos Internacionais: O Brasil e a Busca de Status Internacional

 07-26-2018
Info Apresentação Palestrante Certificado

 19 de Junho de 2018 - De Madrid ao Rio: Os Exílios de Jaime Cortesão (1927-1957)

EMAILROQUE
Info Apresentação Palestrante Artigos Certificado

18 de Junho de 2018 - A Trajetória da Proliferação Nuclear (1945 a 2018)

ROTATIVOWROBEL
Info Apresentação Artigos Artigos Palestrante Certificado

13 de Junho de 2018 - Relações Exteriores do Brasil: Contextos e Temas

 rotativobannerREB
Info Apresentação Palestrante Certificado

 

 

 ____________________________________________________________________________________________________

 

12 de Junho - Diálogos  Internacionais - Valerio Mazzuoli

ROTATIVOMAZZUOLI

  • Valerio de Oliveira Mazzuoli pós-Doutor em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade de Lisboa. Doutor summa cum laude em Direito Internacional pela UFRGS. Mestre em Direito Internacional pela UNESP. Professor Associado de Direito Internacional da UFMT. Coordenador-adjunto do Programa de Mestrado em Direito da UFMT. Professor honorário da Faculdade de Direito e Ciências Políticas da Universidade de Huánuco (Peru). Membro da Sociedade Brasileira de Direito Internacional (SBDI) e da Associação Brasileira de Constitucionalistas Democratas (ABCD). Advogado e Consultor Jurídico.

 

06 de Junho - Diálogos Internacionais do IPRI Dynamics of new África

emailpierre

  • JEAN-PIERRE BAT encarregado de missão África no Centro de Análise, Previsão e Estratégia (CAPS) do Ministério da Europa e Assuntos Estrangeiros (MEAE). Formação acadêmica e universitária Doutor em história pela Universidade Paris-I Panthéon-Sorbonne como especialista em História da África (2011), qualificado para funções de mestre de conferências, licenciado em história (2006). Foi aluno da École des chartes, diplomado arquivista paleógrafo (2006). Afiliações universitárias e científicas Pesquisador associado à PSL (École des chartes, EA 3624) Pesquisador afiliado ao UMR 8171 (Institut des Mondes africains) Pesquisador honorário associado, University of Exeter (Centre for the Study of War, State and Society).

 

15 de maio - Diálogos Internacionais- Política e integração da América do Sul UNASUL, CDS e ESUDE

rotativorocha2

  • Antônio Jorge Ramalho da Rocha bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (1989), mestre em em Ciência Política pelo IUPERJ (1992) e em Relações Internacionais pela Maxwell School of Citizenship and Public Affairs - Syracuse University (1999) e doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2002). É professor do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília desde 1993, onde exerceu os cargos de coordenador de graduação e de pós-graduação, além de Chefe de Departamento. Dirigiu o Departamento de Cooperação do Ministério da Defesa e o Centro de Estudos Brasileiros em Porto Príncipe, Haiti e integrou a Assessoria de Defesa da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. Representou a área de Relações Internacionais junto ao Comitê de Área da CAPES e chefiou o Gabinete da Presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Assessorou o ministro da Defesa na implantação do Instituto Pandiá Calógeras, do qual foi o primeiro diretor. Atualmente, dirige a Escola de Defesa da UNASUL, baseada em Quito, e integra o corpo de professores responsáveis por implantar o Mestrado em Segurança Internacional e Defesa da Escola Superior de Guerra do Brasil. Sua pesquisa e produção científica concentram-se nas áreas de Teoria das Relações Internacionais, Segurança Internacional e Defesa Nacional.

 

11 de maio - Russian Global Foreign Policy Trends

emailtrenin

  • Acesse aqui a palestra completa no YouTube.
  • Dmitri Trenin tem sido o diretor do Carnegie Moscow Center desde a sua fundação. Ele também preside o conselho de pesquisa e o programa de política externa e de segurança. Ele se aposentou do exército russo em 1993. De 1993 a 1997, Trenin ocupou o posto de pesquisador associado sênior no Instituto da Europa em Moscou. Em 1993, ele foi pesquisador associado no Colégio de Defesa da Otan em Roma.Ele serviu nas forças armadas soviéticas e, posteriormente, russas de 1972 a 1993, incluindo a experiência.

 

09 de maio - Dinâmica global do agronegócio brasileiro: visão estratégica em uma conjuntura de incertezas 

emailjank

  • Acesse aqui a palestra completa no Youtube.
  • Acesse aqui a apresentação utilizada na palestra (PDF)
  • Marcos S. Jank presidente da Aliança Agro Ásia-Brasil (Asia-Brazil Agro Alliance – ABAA), um programa de representação institucional na Ásia patrocinado pela APEX, ABPA, ABIEC e ÚNICA. Foi presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) e fundador do Instituto de Estudos do Comércio e das Negociações Internacionais (ICONE), além de professor associado da Universidade de São Paulo, na FEA e ESALQ.

 

08 de maio - Le Phénomène Macron implications pour la France, l’Europe et le monde

emailperrineau

  • Acesse aqui a apresentação utilizada na palestra (PDF)
  • Pascal Perrineau é professor universitário na Sciences Po. Foi diretor do Centro de Pesquisas Políticas (CEVIPOF) da Sciences Po até dezembro de 2013. Ele ensina nos níveis de licenciatura e de mestrado as matérias seguintes: introdução à ciência política, a vida política na Europa, a vida política durante a V República, a análise das atitudes e forças política no na Sciences Po. E membro dos conselhos de administração da Fundação Nacional das Ciências Politicas, da Fundação des Treilles e do canal Public Sénat. Pertence aos conselhos científicos da Fundação para a inovação politica e da Fundação Jean Jaurès. E Presidente da associação dos antigos alunos da Sciences Po.

 

07 de maio - Brexit and its implications: a view from Ireland

rotativostauton

  • Denis Staunton é editor londrino do The Irish Times desde outubro de 2015, fazendo reportagens sobre questões políticas, econômicas e culturais na Grã-Bretanha,  liderando a cobertura jornalística do Brexit. Anteriormente, ele foi o Editor Adjunto do jornal e, antes disso, seu editor estrangeiro, dirigindo sua cobertura sobre assuntos internacionais. Ele foi correspondente do The Irish Times em Washington, Bruxelas e Berlim. Antes de ingressar no The Irish Times, ele foi correspondente na Alemanha no The Observer e também contribuiu para o The Guardian, o Times e a BBC.

 

25 de abril - Centenário do Boletim da SBDI: O direito internacional no Brasil

Menezes3

  • Acesse aqui a palestra completa no Youtube.
  • George Rodrigo Bandeira Galindo possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (1998), mestrado em Direito pela Universidade de Brasília (2001), doutorado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (2006), pós-doutorado em direito internacional pela Universidade de Helsinki (2010) e pela Universidade de Bremen (2014). Foi Consultor da União na Advocacia-Geral da União e Assessor de Ministro no Supremo Tribunal Federal. Na Universidade de Brasília, foi Coordenador da Graduação em Direito, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito, Vice-Diretor e Diretor da Faculdade de Direito. Foi Professor Visitante na Universidade de Macerata. Atualmente, é Professor Associado da Universidade de Brasília e Consultor Jurídico do Ministério das Relações Exteriores. Tem experiência na área de Direito e Relações Internacionais, com ênfase em Direito Internacional Público, Direito Constitucional e História do Direito.
  • Wagner Luiz Menezes Lino é professor Associado da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - USP - no programa de graduação e pós-graduação em Direito. Consultor da Organização das Nações Unidas - ONU no Programa de combate a pirataria no mar, trafico de drogas e armas. É Mestre (PUCPR), Doutor (USP), Pós-doutor (UNIVERSIDADE DE PÁDOVA -ITALIA) e Livre-Docente (USP). Realizou pesquisa e estágio junto ao Tribunal Internacional Sobre Direito do Mar - Hamburgo, Alemanha - ITLOS (2007), na Universidade de Paris II e Sociétè de Législation Comparée - Paris-frança (2015), na Academia de Direito Internacional da Haya - Holanda (2015). Atualmente é árbitro do Tribunal do Mercosul (Protocolo de Olivos) - Presidente da ABDI - Academia Brasileira de Direito internacional; Coordenador do Congresso Brasileiro de Direito Internacional; Membro da Sociedade Brasileira de Direito Internacional - ex-Diretor executivo da Sociedade Latino Americana de Direito Internacional (SLADI) - é sócio do escritório Wagner Menezes Advogados Associados, Editor-Chefe do Boletim da Sociedade Brasileira de Direito Internacional (Revista jurídica fundada em 1915) e dirige junto a Universidade de São Paulo o Núcleo de Estudos em Tribunais Internacionais - NETI e também o Centro de Estudos em Direito do mar - CEDMAR.

 

18 de abril - O Brasil e a questão nuclear global na década de 1970: novas interpretações historiográficas

convite

  • Acesse aqui a entrevista na Universidade de Brasília (UnB)
  • Acesse aqui a apresentação utilizada na palestra (PDF)
  • Carlo Patti é professor-adjunto de Relações Internacionais da Universidade Federal de Goiás e docente permanente dos programas de pós-graduação de Ciência Política e História na mesma instituição. Doutor em História das Relações Internacionais pela Universidade de Florença (Itália) em 2012. Foi pesquisador e docente no CPDOC/FGV e no IRI/PUC-RJ. Tem interesse nas seguintes áreas: história das relações internacionais; história da Guerra Fria; segurança internacional; história do programa nuclear brasileiro; política externa brasileira. Em 2015 obteve uma Newton Advanced Fellowship pela British Academy para conduzir o projeto de pesquisa "Vulnerabilidade Nuclear Global: os efeitos da crise de Cuba para os políticas nucleares britânicas, francesas e brasileiras". Ele organizou o livro "O programa nuclear brasileiro: uma história oral (CPDOC-FGV, 2014)" e é autor de artigos na Revista Brasileira de Política Internacional, Cold War History, International History Review, Il Politico, Limes e Meridiano 47. Atualmente ele está finalizando o manuscrito do livro "Brazil in the Global Nuclear Order (1945-2010)", fruto dos próprios estudos doutorais e pós-doutorais.

 

11 de abril - ¿Cuál futuro tiene la Unión Europea? Un debate sobre el "White Paper" 2017

 oi

  • Acesse aqui a palestra completa no Youtube.
  • Susanne Gratius é professora de Ciência Política e Relações Internacionais na Universidade Autônoma de Madri e membro-associada da FRIDE. Foi pesquisadora sênior na FRIDE de 2005 a 2013 e professora associada de relações internacionais na Universidade Complutense de Madri. Antes de ingressar na FRIDE, trabalhou como pesquisadora no Instituto Alemão para Assuntos Internacionais e de Segurança (SWP) em Berlim e no Instituto de Estudos Ibero-Americanos (IIK, agora GIGA) em Hamburgo. Até 1999, foi coordenadora do Instituto Europeu de Relações Latino-Americanas (IRELA), em Madri. Ela é PhD em Ciência Política pela Universidade de Hamburgo e pela Universidade Complutense de Madri. Sua pesquisa enfoca as relações UE-América Latina, Cuba, Venezuela, Brasil e potências emergentes.

 

26 de março - O papel da Hungria e dos outros países de Visegrád na União Europeia

rotativo Hungria

  • Com o economista Sándor Gyula Nagy, pesquisador e coordenador do Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior do Ministério das Relações Exteriores (IFAT), vinculado ao Ministério das Relações Exteriores da Hungria; no auditório embaixador Paulo Nogueira Batista, Anexo II do MRE, às 15h.

 

20 de março - A presença da China no Brasil e na América do Sul

Rotativo Baumann

  • Acesse aqui a apresentação utilizada na palestra (PDF)
  • Renato Baumann possui graduação (1972) e mestrado em Economia pela Universidade de Brasília (1976) e doutorado em Economia pela University of Oxford (Reino Unido, 1982). Foi diretor do Escritório da Cepal no Brasil entre abril de 1995 e novembro de 2010. Atualmente é Secretário-Adjunto de Assuntos Internacionais (SAIN/MP) e professor de economia da UnB. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Relações do Comércio; Política Comercial e Integração Econômica.  Pela Funag, foi um dos autores do livro: BRICS - Estudos e Documentos.

 

14 de março - Direitos humanos no Brasil e no mundo

rotativo direitos humanos

  • José Augusto Lindgren-Alves é diplomata, aposentado em nível de embaixador. Tem mais de 30 anos dedicados aos direitos humanos, assunto em que começou a trabalhar quando era conselheiro da Missão do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York, em 1985. Desde então participou como delegado das reuniões da então Comissão dos Direitos Humanos, até 1996, em Genebra, e como membro, a título pessoal, da antiga Subcomissão sobre Prevenção da Discriminaçao e Proteção das Minorias, de 1994 a 1996. Eleito e reeleito quatro vezes pelos Estados-partes da respectiva convenção, foi membro (perito independente), de 2002 a 2017, do Comitê para a Eliminação das Discriminação Racial – Cerd, nas Nações Unidas, em Genebra. Ex chefe da Divisão das Nações Unidas do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília, de 1999 a 2005, e primeiro diretor geral do Departamento de Direitos Humanos e Temas Sociais do mesmo ministerio (1995-1996), preparou e coordenou como delegado a participação do Brasil nas conferências mundiais da década de 1990: de Viena, sobre direitos humanos (1993), do Cairo, sobre população (1994), de Copenhague, sobre desenvolvimento social, de Pequim (Beijing, 1995), sobre a mulher, de Istambul (1996), sobre assentamentos humanos. Depois, como delegado, participou também da Conferência de Durban, de 2001, sobre a discriminaçao racial, e da Conferência de Revisão de Durban, em Genebra, de 2011. Foi Coordenador Nacional para  Aliança de Civilizações das Nações Unidas, de 2008 a 2010. Exerceu a função de Secretário Executivo do Instituto de Políticas Públicas de Direitos Humanos do Mercosul, em Buenos Aires, de janeiro de 2017 a fevereiro de 2018. Foi embaixador em Sófia (Bulgária, 2002-2006), Budapeste (Hungria, 2006-2008), Sarajevo (Bósnia e Herzegovina, 2011 a 2015), assim como cónsul-geral em S. Francisco (Estados Unidos, 2006-2002) e Barcelona (Espanha, 2015-2016).
  • Livros pela Funag:

 

09 de março - Diplomacia do etanol: desafios e perspectivas

Diálogos Internacionais -

  • Acesse aqui a apresentação utilizada na palestra (PDF)
  • Livro do palestrante publicado pela Funag (2017): The Energy Statecraft of Brazil: The rise and fall of Brazil’s ethanol diplomacy (PDF)
  • Klaus Guimarães Dalgaard:  professor adjunto de política internacional e comparada do Departamento de Ciência Política da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É mestre em Política e Governança Europeia (2004) pela London School of Economics and Political Science (LSE), no Reino Unido, onde também foi professor assistente, lecionando nos cursos de verão, graduação e mestrado do Departamento de Relações Internacionais. Pós-doutorado em engenharia de energia e planejamento energético no Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Especialista no tema de energias renováveis e biocombustíveis, tendo publicado artigos e livros sobre o tema.

 

07 de marçoGlobalização e agricultura: qual o lugar do Brasil?

BannerZanderNavarro

  • Acesse aqui a apresentação utilizada na palestra (PDF)
  • Zander Navarro: Doutor em Sociologia pela Universidade de Sussex (Inglaterra) e pós-doutoramento no MIT (Estados Unidos). Foi professor visitante nas universidades de Amsterdam e Toronto. Foi professor e pesquisador no "IDS - Institute of Development Studies" (Inglaterra) entre os anos de 2003 e 2009. Consultor de inúmeras organizações, nacionais e internacionais, foi assessor especial do Ministro da Agricultura. É autor de dezenas de artigos e 17 livros publicados. Os mais recentes, publicados em 2017 (em coautoria), são "Globalization and Agriculture" (Lexington Books) e "Brasil, brasileiros. Por que somos assim?" (Verbena Editora).  

 

02 de março - O Brasil na OCDE: onde estamos, para onde vamos?O Brasil na OCDE: onde estamos, para onde vamos?

OCDE2marco2018

  •  Carlos Márcio Cozendey: Nascido em 1963, no Rio de Janeiro, é Formado em Ciências Econômicas (UFRJ) e Mestre em Relações Internacionais pela UnB. Foi Secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda, posição em que atuou como Vice-Ministro de Finanças no G20, BRICS e UNASUL. Foi presidente do Conselho de Administração da Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF) e é o Diretor Alterno do Brasil no Conselho de Diretores do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB) e membro do Conselho de Administração do BNDES. No Itamaraty, dirigiu o Departamento Econômico, o de Assuntos Financeiros e Serviços e a Divisão do Mercado Comum do Sul. Serviu na Missão junto às Comunidades Europeias, em Bruxelas, na Delegação junto aos Organismos Internacionais, em Genebra, e na Delegação junto à ALADI, em Montevidéu. Foi Assessor Especial na Secretaria Executiva da Câmara de Comércio Exterior (CAMEX). Atuou como Professor de Economia no Instituto Rio Branco. Desde agosto de 2015 é Subsecretário-Geral de Assuntos Econômicos e Financeiros, posição na qual é o “sherpa” do Brasil no G20 e é responsável, entre outros, pela supervisão da atuação do Brasil em organismos econômicos e financeiros internacionais como a OMC, a OCDE e a UNCTAD, nas negociações comerciais do Mercosul com países extra-regionais e em discussões econômicas e financeiras bilaterais.

 

07 de fevereiro - O Itamaraty na cultura brasileira: Guimarães Rosa

Guimaraes Rosa

  • Acesse aqui a palestra na Academia Brasileira de Letras
  • João Almino de Souza Filho: Diplomata e um dos nomes mais importantes da literatura nacional,  tem sido aclamado pela crítica por seus romances Ideias para onde passar o fim do mundo (indicado ao Jabuti e ganhador de prêmio do Instituto Nacional do Livro), Samba-enredo, As cinco estações do amor (Prêmio Casa de las Américas 2003), O livro das emoções (indicado ao 7o Prêmio Portugal Telecom 2009), Cidade livre (Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon 2011; finalista do Jabuti e do Portugal Telecom) e Enigmas da primavera (finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2016; prêmio Jabuti, 2.o colocado, pela edição em inglês). Entre facas, algodão é seu mais recente romance (2017). Alguns desses romances foram publicados na Argentina, Espanha,  EUA, França, Itália, México e em outros países. Seus escritos de história e filosofia política são referência para os estudiosos do autoritarismo e da democracia. Também autor de ensaios literários, doutorou-se em Paris, orientado pelo filósofo Claude Lefort. Ensinou na UNAM (México), UnB, Instituto Rio Branco, Berkeley, Stanford e Universidade de Chicago. Em 2017 foi eleito para a Academia Brasileira de Letras.

Marina Guedes Duque é professora assistente de Ciência Política na Florida State University, Tallahassee FL. É Pesquisadora de Pós-Doutorado no Departamento de Política da Universidade de Princeton e no Niehaus Center for Globalization and Governance. Foi bolsista de pesquisa de pós-doutorado no Programa Internacional de Segurança do Belfer Center for Science and International Affairs da Harvard Kennedy School e editora-executiva do periódico Security Studies. Marina Duque é Ph.D. em Ciência Política pela Ohio State University (2016), onde foi orientada pelo eminente teórico Alexander Wendt, e mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (2008). Trabalhou como diplomata de carreira no Ministério das Relações Exteriores e como assistente no Ministério da Defesa. Sua pesquisa explora status na política internacional. Quando atuou como diplomata no Brasil durante o governo do Presidente Lula, fez parte da geração de servidores que observou a discussão do tema status na política externa brasileira. Como outras potências emergentes, o Brasil queria ser reconhecido pelas grandes potências como tal. Do ponto de vista acadêmico, ela já analisava como o status estava na raiz de fenômenos importantes, como as guerras hegemônicas. Durante seu doutorado, percebeu que estudiosos e praticantes ainda não entendem o que é status ou de onde vem. Sua pesquisa objetiva lidar com esse tema crucial das relações internacionais, investigando os determinantes do status internacional e suas implicações para o surgimento de potências emergentes.

Laís Forti Thomaz é professora do curso de Relações Internacionais da Universidade Federal de Goiás. Pesquisadora de Pós-Doutorado e Professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas - Unesp, Unicamp e PUC-SP, no qual obteve os títulos de Doutora e Mestre na área de Instituições, Processos e Atores (linha de pesquisa: Relações Exteriores dos Estados Unidos), com estágio de pesquisa de doutorado na Georgetown University (BEPE/Fapesp). Pesquisadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Estudos sobre os Estados Unidos (INCT-INEU), do Núcleo de Estudos sobre a Política Externa dos Estados Unidos (NEPEU) e do Instituto de Gestão Pública e Relações Internacionais (IGEPRI). Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências - campus de Marília. Especialista em Lobbying com formação pelo Public Affairs and Advocacy Institute (PAAI - Washington, DC) e European Public Affairs and Advocacy Institute (EPAAI - Bruxelas) ambos vinculados a American University, e pelo European Summer Institute on the Future of Europe (Praga, República Tcheca). Assistente de pesquisa no Americas Program do think tank Center for Strategic and International Studies (CSIS - Washington, DC) em 2015. Membro do Conselho de Diretores da Advanced Biofuels USA. Colaboradora do relatório da UNCTAD "Second-Generation Biofuel Markets: State of Play, Trade and Developing Country Perspectives" de 2016.

 

Yorizumi WATANABE

Acesse aqui a palestra completa no Youtube.

Última atualização em Quinta, 20 de Dezembro de 2018, 11h53
registrado em:
Fim do conteúdo da página