Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

FUNAG promove palestra sobre Bertha Lutz e os Direitos das Mulheres na Carta da ONU

A Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e seu Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (IPRI) promoveram a palestra "Bertha Lutz e os Direitos das Mulheres na Carta da ONU: Como uma delegada brasileira promoveu com sucesso a igualdade de gênero na Conferência de São Francisco”, com as pesquisadoras Elise Dietrichson, norueguesa, e Fatima Sator, argelina, da Universidade de Londres (SOAS), em 20 de novembro, no Itamaraty, Brasília.

Presentes à mesa o presidente da FUNAG, embaixador Sérgio Moreira Lima, o chefe da Divisão das Nações Unidas, ministro Eugenio Garcia; a chefe da Divisão de Temas Sociais, conselheira Marise Nogueira e a chefe da Divisão da Europa Meridional e União Europeia, conselheira Viviane Balbino.

Participaram ainda do evento a coordenadora de Relações Internacionais do Ministério da Cultura, Raihana Falleiros; representantes do corpo diplomático, os embaixadores da Argélia, Toufik Dahmani, e da República da Guatemala, Julio Armando Martini Herrera; o diretor do IPRI, ministro Paulo Roberto de Almeida, e o coordenador-geral de pesquisas do Instituto, conselheiro Marco Túlio Scarpelli Cabral, entre outros diplomatas, acadêmicos e estudantes do Instituto Rio Branco (IRBr).

O livro “Plano Nacional de Ação sobre Mulheres, Paz e Segurança”, lançado em 8 de março deste ano (Dia Internacional da Mulher), publicado pela FUNAG, foi apresentado às pesquisadoras e também distribuído aos participantes da palestra.

A obra está disponível nas duas versões, português e inglês, para download gratuito na biblioteca digital da FUNAG.

Confira as apresentações de Elise DietrichsonFatima Sator, e o discurso do embaixador Sérgio Moreira Lima.

Fotos: Arapuã Brito.

registrado em:
Fim do conteúdo da página