Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Palavras do Presidente da FUNAG na abertura da Reunião do Conselho de "Think Tanks" do BRICS e do Foro Acadêmico
Início do conteúdo da página

Palavras do Presidente da FUNAG na abertura da Reunião do Conselho de "Think Tanks" do BRICS e do Foro Acadêmico

"Em primeiro lugar, em nome da Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG), órgão vinculado ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil, gostaria de dar as boas vindas aos participantes da Reunião do Conselho de Think Tanks do BRICS e do Foro Acadêmico, eventos ligados à VI Cúpula do Mecanismo, que deverá realizar-se em Fortaleza em julho de 2014.

Na condição de Presidente da FUNAG, é com prazer que participo, ao lado do Ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos e Presidente do IPEA, Marcelo Neri, e do Subsecretário Político II do Ministério das Relações Exteriores, Embaixador José Alfredo Graça Lima, da cerimônia de abertura do Conselho e do Foro Acadêmico. O propósito da FUNAG é o de colaborar com o IPEA, com os participantes dos países e das entidades aqui representadas, para assegurar o êxito desses encontros e a valorização de seu papel como fonte de reflexão, pesquisa e debate de temas de interesse comum para os países membros do BRICS.

Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul compartilham interesses ligados ao desenvolvimento de nossos povos e à visão de uma ordem internacional mais inclusiva e justa que contribua para a promoção desse objetivo comum. Para tanto, ainda é preciso superar a distância geográfica e cultural entre nossos países. Em razão da alta prioridade conferida ao BRICS pela diplomacia brasileira, devemos ampliar o conhecimento mútuo e projetar nossos valores, ideais e percepções no cenário internacional.

A VI Cúpula do BRICS constitui evento de grande importância e poderá beneficiar-se do esforço do Conselho de Think Tank e do Forum Acadêmico. A FUNAG está empenhada em dar sua contribuição nesse sentido, sobretudo para a promoção do conhecimento mútuo entre nossos países por meio de acordos de cooperação com entidades congêneres. Buscam tais instrumentos criar condições para o estudo conjunto de temas da agenda internacional de interesse para os BRICS, bem como para a valorização de uma perspectiva própria que contrabalance certas tendências predominantes nas análises e estudos feitos no plano internacional.

Com base na reciprocidade, tais acordos terão o mérito também de estimular a tradução para o português, o russo, o inglês e o mandarim de obras de grande interesse comum com vistas a facilitar sua presença em nossos mercados editoriais e no de outros países com a mesma língua.

Entre 2011 e 2013, a FUNAG lançou uma série de debates sobre o tema BRICS, que resultou nos livros “O Brasil, os BRICS e a agenda internacional” e “Debatendo o BRICS”, que deram contribuição à compreensão do tema, suprindo notória lacuna bibliográfica. Em 2011, a FUNAG já havia editado o “Catálogo Bibliográfico BRICS”, que apresenta conjunto de leituras fundamentais sobre nossos países. A versão em inglês dos dois primeiros livros será distribuída aos participantes desse encontro juntamente com um folder da Fundação Alexandre de Gusmão.

Devemos renovar com igual entusiasmo nosso compromisso no sentido de aumentar a ainda reduzida oferta mundial de publicações sobre os objetivos e esforços do grupo.

Em nome da FUNAG, desejo a todos os melhores votos de felicidade em seus trabalhos. Estou certo de que serão cada vez mais relevantes para promover e facilitar a cooperação entre nossos países."

registrado em:
Fim do conteúdo da página