Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

JOSÉ BONIFÁCIO RIBEIRO DE ANDRADA MACHado E SILVA

Jose bonifacio

 

Nome completo: José Bonifácio Ribeiro de Andrada Machado e Silva

Títulos / Epítetos: "Patriarca da Independência"

Nascimento: 13/06/1763

Local de Nascimento: Santos, SP

Falecimento: 06/04/1838

Local de Falecimento: Niterói, RJ

 

Sobre: Teve participação ativa na campanha para que o príncipe regente, Dom Pedro, não voltasse para Portugal. Tornou-se o homem de confiança de Dom Pedro e o principal chefe do Partido Brasileiro, que reunia todos os políticos que queriam a independência do Brasil. José Bonifácio organizou o primeiro ministério da história do Brasil, a pedido do príncipe regente: o Ministério da Independência. Ficou com as pastas do Império e dos Estrangeiros. Dirigiu a política interna e externa do Brasil, orientando-a para a separação de Portugal.

José Bonifácio era favorável ao fortalecimento do executivo e tinha teorias sobre a extinção gradual da escravidão no Brasil.

(Fonte: BIOGRAFIAS. Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 2009. p. 10.)

 

Carreira:

  • Período de atuação política: 1821-1833
  • Formação

Universidade de Coimbra: Filosofia Natural (1787) e Direito Civil (1788)

Academia das Ciências de Lisboa, 1789

Viagem de estudos científicos, à custa do Real Erário, para adquirir conhecimentos de mineralogia, filosofia e história natural (1790-1800):

- Escola Real de Minas, Paris: estudos de química e mineralogia (1790-1791)

- Escola de Minas de Freiburg, Saxônia: cursos completos de Geografia (1792-1794)

  • Cargos ocupados

1801: Titular da cátedra de Metalurgia, Universidade de Coimbra; Intendente-geral das Minas e Metais do Reino; Diretor do Real Laboratório da Casa da Moeda de Lisboa.

1805: Nomeado, sem efeito, desembargador da Relação e Casa do Porto.

1807: Superintendente do Rio Mondego e Obras Públicas de Coimbra.

1812: Secretário da Academia das Ciências de Lisboa.

1820 ago. 18: recebe de D. João VI, por carta de mercê, o título de conselheiro.

1821: Vice-presidente da Junta Provisória da província de São Paulo.

1822 jan 18: Ministro do Reino e dos Negócios Estrangeiros

1822 set 14 – 1823 jul 16: Ministro do Império e dos Negócios Estrangeiros.

1823: Deputado constituinte. Dissolvida a Assembleia, foi preso e deportado para a Europa.

1831: Nomeado por d. Pedro I tutor de seu filho de cinco anos, o futuro d. Pedro II. Em 22 de junho tomou posse como deputado, eleito suplente pela Bahia.

1833: Suspenso da função de tutor, por decreto de 14 de dezembro.

  • Missões

Em 1808, em conjunto com Fernando Fragoso Saraiva de Vasconcelos, comandou as forças do Batalhão Acadêmico que guarneceram Coimbra, no contexto da Guerra Peninsular, alcançando o posto de comandante.

 

Obras: 

ANDRADA E SILVA, José Bonifácio de. Apontamentos para a civilização dos índios bravos do Império do Brasil. Projeto apresentado à Assembleia Geral Constituinte e Legislativa. 1823.

_______. A primavera. 1815.

_______. História da Academia Real das Ciências de Lisboa, para o ano de 1818. Discurso histórico recitado na sessão de 24 jun. 1818.

_______. “Memória”. Há terrenos que pelo arado não dão fruto, mas sendo cavados com o picão sustentam mais do que se fossem férteis. Patriota, Rio de Janeiro, 1813.

_______. Memória econômica e metalúrgica, sobre a fábrica de ferro em Sorocaba... 1820.

_______. Memória minerográfica da serra que decorre de Santa Justa até Santa Comba e suas vizinhanças na província do Minho. Museu Paulista, Coleção José Bonifácio, doc. 290, 1814-1815.

_______. Memória minerográfica sobre o distrito metalífero entre os rios Alva e Zêzere.Museu Paulista, Coleção José Bonifácio, doc. 291, s/d.

_______. Memória sobre a nova mina de ouro da outra banda do Tejo, chamada Príncipe Regente. 1817.

_______. Experiências químicas sobre a quina do Rio de Janeiro, comparada com outras.1814.

_______. Memória sobre as pesquisas e lavra dos veios de chumbo de Chacim, Souto, Ventozello e Villar de Rey na província de Trás-os-Montes. 1818.

_______. Poesias avulsas. 1825.

_______. Poesias de Ameiroc Elysio. 1861.

_______. Projetos para o Brasil. Texto reunidos e comentados por Miriam Dolhnikof. São Paulo: Companhia das Letras / Pubifolha, 2000. (Grandes Nomes do Pensamento Brasileiro).

_______. Representação à Assembleia Geral Constituinte e Legislativa do Império do Brasil sobre a escravatura. 1840.

_______. Sobre a necessidade e utilidade do plantio de novos bosques em Portugal, particularmente de pinhais nos areais de beira-mar; seu método de sementeira, custeamento e administração. 1815.

 

Publicações da FUNAG:

UM DOCUMENTO, um comentário: petição dos trabalhadores alemães da fábrica de ferro de Ipanema a José Bonifácio. Cadernos do CHDD, Rio de Janeiro, ano IV, n. 6, p. 287-295, 1º sem. 2005.

 

Links externos: 

José Bonifácio – Obra Completa

Portal Brasil – Figuras históricas

Vidas Lusófonas

- "Cartas Andradinas"

http://www2.senado.leg.br/bdsf/item/id/242471

 

 

 

Fim do conteúdo da página